19
jun
11

Drogas cloroformio

 

Clorofórmio

 

 

O clorofórmio, conhecido também por triclorometano, é um líquido incolor e volátil que produz efeito anestésico. É popularmente conhecido como “loló”, “cola de sapateiro”, “cheirinho” e “lança perfume”.

 

 Composição Química

 

O clorofórmio é um composto químico formado por três moléculas de cloro, uma de carbono e uma de hidrogênio. Juntas, essas moléculas formam o  CHCl3 que constitui o clorofórmio.

 

Propriedades

 

Massa molar: 119,38 g/mol

 

○ Solubilidade em água: 0,8 g/100 ml a 20 °C

 

○ Aparência: Líquido incolor

 

○ Densidade: 1,48 g/cm³, líquido

 

○ Ponto de fusão: -63,5 °C

 

○ Ponto de ebulição: 61,2 °C

 

○ Formula molecular: CHCl3

 

○ Estrutura: Tetraédrica

 

 

 

 Fórmula estrutural do clorofórmio.

 

Efeitos no organismo

Por ser muito volátil absorve calor da pele. O que ocorre é que com a temperatura reduzida, os nervos sensitivos não exercem suas funções e a sensação de dor também é diminuída.

Descoberto em 1831, o clorofórmio substituía o álcool por provocar euforia e desinibição. Foi utilizado como anestésico em cirurgias e partos.

 O que fez com que os médicos o abandonassem como anestésico em cirurgias e partos foi a comprovação de que esta droga poderia ocasionar morte súbita por depressão circulatória.

 O clorofórmio produz dependência e suas principais vias de contato compreendem a ingestão, a inalação e o contato dérmico.

Se ingerido pode causar queimadura na boca e garganta, dor no peito e vômito, em grande quantidade pode ser letal.

Provoca irritação à pele, olhos e trato respiratório. Atinge o sistema nervoso central, rins, sistema cardiovascular, e fígado. Pode causar câncer dependendo do nível e da duração da exposição.

A inalação do clorofórmio causa desde excitação, euforia, impulsividade, agressividade, confusão, desorientação, visão embaralhada, perda de autocontrole, alucinação, sonolência, inconsciência até convulsões, decorrentes de estágios mais graves onde há intoxicação.

O clorofórmio é usado ilegalmente por um grande número de meninos de rua e estudantes, por ser volátil, evapora à temperatura ambiente, sua inalação é facilitada.

 

Dependência e Abstinência

A dependência química (ou dependência física) é um estado resultante do uso habitual de uma droga, no qual existem sintomas físicos negativos de abstinência quando há interrupção abrupta.

A dependência química é diferente de vício. O vício é geralmente caracterizado pela necessidade compulsiva pela droga, enquanto a dependência química é definida pela tolerância à droga e sintomas de abstinência quando há descontinuidade no uso. O vício de drogas é considerado um estado patológico.

Sintomas de abstinência decorrente de dependência química

 Os sintomas da abstinência incluem elevação dos batimentos cardíacos e/ou pressão sanguínea, sudorese, e tremores. Sintomas mais graves que precisam de cuidados médicos imediatos incluem confusão, alucinações e convulsões.

 

Tratamento da dependência química

 O tratamento da dependência química depende da droga cujo uso está sendo eliminado e geralmente inclui a administração de outra droga, especialmente para substâncias que podem ser perigosas quando têm seu uso abruptamente descontinuado. O tratamento geralmente requer a iniciação e então a diminuição gradual de medicação que tem ação similar no cérebro porém meia-vida maior.

 Síndrome de abstinência é o “conjunto de modificações orgânicas que se dão em razão da suspensão brusca do consumo de droga geradora de dependência física e psíquica. Caracteriza–se em geral por alucinações e crises convulsivas.

A síndrome de abstinência apresenta sintomas como disforia, insônia, ansiedade, irritabilidade, náusea, agitação, taquicardia e hipertensão. É muito importante, para seu correto tratamento, a identificação inicial do tipo de droga usada porque as complicações diferem de acordo com a substância.

 Reflita

O uso das drogas causa muitas coisas ruins. Não vale apena ter um “momento de prazer” quando se usa a droga e depois ganhar vários problemas devido a isso. Busque felicidade em coisas duradouras e saudaveis. Diga não as drogas!

 

- Drogas Não!

 

About these ads

0 Responses to “Drogas cloroformio”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: