19
jun
11

Metodos contraceptivos

 

Métodos  

 

Contraceptivos

 

 

– Métodos de barreira física

Imobilizam os espermatozóides, impedindo-os de entrar em contacto com o óvulo e de haver fecundação.

– Espermicidas (sob a forma de óvulos, creme ou espuma)

Utilização: aplicação vaginal antes do início da relação sexual.
Probabilidade de engravidar: no índice de Pearl (número de gravidezes indesejadas, em 100 mulheres, durante 1 ano de uso do método), tem uma taxa de falha entre 7 a 10.

Vantagens: não precisam de receita médica.

Desvantagens: têm baixa eficácia quando utilizados isoladamente e não protegem das doenças sexualmente transmissíveis (DST), pelo que devem ser associados ao uso do preservativo; podem causar irritações ou alergias em ambos os parceiros.

Preservativo masculino

Utilização: um por cada relação.

Probabilidade de engravidar: índice de Pearl: 4,5 a 6.

Vantagens: é o único método indicado para a prevenção das DST; não precisa de receita médica.

Desvantagens: no caso de má colocação ou rotura durante o ato sexual, perde a sua eficácia; ocasionalmente, pode causar alergia.

– Métodos hormonais

Atuam inibindo a estimulação do ovário, não permitindo a ovulação.

Probabilidade de engravidar: índice de Pearl: inferior a 1.

Vantagens: além da ótima eficácia contraceptiva, desempenham um papel protetor contra várias doenças (em particular, doenças benignas da mama e do ovário e osteoporose); ajudam à regular os ciclos menstruais e minimizam as dores pré-menstruais (dismenorria); diminuem o risco de cancro do ovário e do endométrio; melhoram a acne.

Pílula oral

Utilização: 3 semanas de 1 comprimido diário, 1 semana de descanso sem terapêutica.

Desvantagens: fácil esquecimento; influência medicamentosa; vômitos ou diarréias.

Adesivo dérmico

Utilização: 1 por semana durante 3 semanas. Deve ser colocado na face externa e superior do braço ou aplicado acima da linha dos pêlos púbicos.

Vantagem adicional: não obriga a um cuidado diário.

Desvantagem: é preciso ter cuidado na frequência de saunas e banhos turcos ou com a aplicação de cremes na pele, para evitar o descolamento do adesivo.

Anel vaginal

Utilização: anel flexível contendo uma baixa dosagem hormonal que a própria mulher aplica na vagina só uma vez por mês e retira ao fim de três semanas.

Vantagem adicional: muito prático; existe um serviço gratuito de alertas via sms para lembrar o dia de aplicar e retirar o anel, o que diminui o risco de esquecer o seu uso.

Desvantagens: receio da mulher em saber aplicá-lo.

Implante subdérmico

Utilização: bastonete de plástico com 4 cm de comprimento por 2 mm de diâmetro que é colocado na face interna do braço, por baixo da pele, assegurando uma eficácia contraceptiva durante três anos. A sua colocação exige o recurso a anestesia local e é aplicado, pelo médico, através duma agulha.

Vantagem adicional: elimina o risco de esquecimento; indicado para mulheres com história de anemia e de menstruações abundantes e para as que não podem ou não querem usar estrogênios.

Desvantagens: algumas mulheres (cerca de 20%) podem manter-se sem menstruação durante algum tempo (muitas delas consideram uma vantagem); o implante pode ser sentido através duma palpação digital.

Injeção trimestral

Utilização: Injeção de hormônios sexuais femininas, com duração de eficácia contraceptiva de três meses.

Vantagem adicional: elimina o risco de esquecimento.

Desvantagens: a sua ação não só não pode ser interrompida como pode prolongar-se para além dos 3 meses (até 12 meses), não permitindo retomar de imediato a capacidade reprodutiva quando desejada; ciclo menstrual irregular e amenorreia (ausência de menstruação).

– Dispositivos intra-uterinos (DIU)

Utilização: são colocados, pelo médico, dentro da cavidade uterina para impedir que haja fecundação e que o óvulo fecundado se implante na parede do útero. Podem ser medicados com uma espiral de cobre ou com uma hormônio (progesterona), aumentando a sua eficácia. Têm duração entre três a cinco anos.

Probabilidade de engravidar: índice de Pearl: 1,2 a 1,7.

Vantagens: alternativa para mulheres que não possam ou não queiram utilizar contracepção hormonal e que desejem uma contracepção prolongada.

Desvantagens: provoca fluxos menstruais mais abundantes e ligeiro aumento de dores pré menstruais nas mulheres com essa propensão.

– Métodos comportamentais

 

 

São métodos que se baseiam apenas no comportamento dos indivíduos que praticam o ato sexual.

Os três listados abaixo possuem a desvantagem de não funcionar sempre, não sendo muito recomendado por isso.

Coito interrompido
Consiste em retirar o pênis de dentro da vagina momentos antes da ejaculação. Esse método é bastante falho, pois antes da ejaculação é expelido outro líquido, lubrificante, que também contém espermatozóides capazes de fecundar o óvulo.

Muco ou Billings
A mulher introduz o dedo na vagina a fim de perceber o nível de umidade e viscosidade do muco vaginal, detectando assim se está no dia fértil ou não. Assim ela pode evitar ter relações sexuais nos dias em que o risco de gravidez é maior. É importante que a verificação seja feita com o muco da vagina, e em momentos em que não se tenha excitação sexual, pois esta aumenta a umidade. É um método falho, pois depende muito da interpretação da mulher, e também porque outros fatores podem influenciar na consistência do muco, como calcinhas apertadas, infecções, excitação, etc. Esse método serve mais para saber o dia em que se deve ter relações sexuais afim de ter uma gravidez do que evitá-la.

Tabelinha
É uma tabela do ciclo hormonal e fértil da mulher, detectando assim, os dias em que pode ter relações sexuais com menor risco de gravidez.
Todo mês, deve-se marcar em um calendário a data de início da menstruação. Isto deve ser feito por no mínimo seis meses, para que se tenha uma informação correta sobre o ciclo hormonal. O número de dias entre as menstruações dividido por dois indica o meio do ciclo. Nos três dias antes e depois do meio (incluindo o dia de referência), não se deve ter relações sexuais, ou utilizar camisinha.

Toda mulher possui um ciclo hormonal diferente, então é muito importante ficar os seis meses criando a tabela com as informações dos ciclos. Por exemplo, uma mulher que inicia o ciclo menstrual no primeiro dia do mês, e tem outra menstruação no dia 28, tem um ciclo menstrual de 28 dias, sendo férteis os dias 11, 12, 13, 14, 15, 16 e 17, quando o óvulo está sendo liberado.
Se no período de “testes” for detectado uma variação maior que 10 dias entre os ciclos mais longos e curtos, esse método não é recomendado. Também deve ser evitado por mulheres que têm o ciclo irregular, seja por qualquer motivo. Importante lembrar que nem sempre os dias do ciclo serão numericamente iguais aos do mês.

– Métodos Irreversíveis (esterilização)

 

Laqueadura ou Ligação de Trompas

 

Pequena intervenção cirúrgica sobre as trompas, interrompendo o canal que dá passagem aos óvulos na mulher (Laqueação de trompas) e dos espermatozóides no canal deferente do homem (Vasectomia). É um método definitivo, pelo que deve ser muito bem ponderado pelo casal. Probabilidade de engravidar: método muito eficaz.

Vantagens: liberta a mulher da preocupação de uso de contraceptivos.

Desvantagens: é muito difícil de recuperar a capacidade reprodutora, no caso do casal mudar de idéias em relação à sua reprodução.

Vasectomia

É uma cirurgia feita na bolsa escrotal do homem, por onde passa o canal deferente. Esse canal é cortado, impedindo que os espermatozóides cheguem ao esperma. Isso não faz com que o homem fique impotente, nem prejudica a produção de testosterona pelos testículos. Esse método contraceptivo só é feito por recomendação médica, sendo requisitos ter no mínimo 25 anos ou dois filhos vivos, e ter passado por grupos educativos, pois é um processo irreversível.

Vantagens: liberta o homem da preocupação de uso de contraceptivos.

Desvantagens: é quase impossível recuperar a capacidade reprodutora, no caso do casal mudar de idéias em relação à sua reprodução.

– Motivacional

 

Sexo não é acidental galera, se é pra fazer, vamos fazer direito.


0 Responses to “Metodos contraceptivos”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: